terça-feira, maio 16, 2006

Tristeza...

Hoje estou triste desde que li isto!
Fiquei angustiada... pensativa...

A verdade é que todos os dias sou triste e feliz... Tenho motivos para ser feliz, e tenho sempre também motivos para ser triste.
Gosto que este blog seja um lugar feliz. Mas cá dentro, há sempre um lugar triste também. O meu pai há mais de um ano está numa cadeira de rodas por causa dum AVC que o deixou sem fala e paralisado dum dos lados. O tempo tudo cura, dizem... mas acho que não. Acho que todos os dias desde que isso aconteceu que eu choro um pouco. Embora talvez um dia me habitue a vê-lo assim desta forma, mas há sempre uma lágrima que teima em cair... e eu deixo. Deixo porque senão deixarmos essa lágrima cair, há um nó na garganta que nos impede de também rir quando queremos.

Hoje estou a chorar por esta menina, que eu nem conheço... Talvez a mãe dela consiga rir brevemente, porque essa menina certamente gostaria que fosse assim, e por causa do irmão dela...

Viver é difícil quando há gente que deixa de cá estar!

4 comentários:

Gi disse...

Apesar de também não conhecer esta menina, também fiquei triste,muito triste.
No dia à dia ando sempre alegre, mas quando algo me corre menos bem, tudo vem ao de cima e aí choro, choro e choro e fico melhor.

Paula disse...

É verdade...
Eu também ando muito, muito triste por causa disso...
A vida é, naturalmente, feita de coisas boas e de coisas más, mas há coisas demasiado más que não deviam acontecer nunca!
Um beijinho muito grande para ti!

Soph disse...

É neste turbilhão de sentimentos... de coisas tristes... alegres... boas... menos positivas... menos contentes... menos sorridentes... que vamos construindo a nossa Vida... o nosso dia a dia... na esperança de um dia tudo melhorar... do sol ser mais quente... das estrelas brilharem mais alto...

... nem sempre é fácil...


Força e Esperança...Princesa!!!

;)

mamã coelha disse...

Há uns dias atrás tinha visto muita tristeza em alguns blogs.
Pelo que li num ou noutro, constatei que tinha acontecido uma tragédia: uma familia tinha perdido uma menina de olhos azuis.
Fiquei triste, muito abalada.
Agora voltaste a relembrar-me...
Estou triste, muito triste.

Bjinhos